segunda-feira, 7 de outubro de 2013

FUNDO DO POÇO

“E acrescentou: “Não derramem sangue. Joguem-no naquele poço no deserto, mas não toquem nele”. Gênesis 37.22a

Sucesso! Quem não o deseja? Obter sucesso na carreira profissional, ou no casamento, ou ainda na criação dos filhos... Alcançar o sucesso financeiro, ou talvez político, ou quem sabe social... Conquistar sucesso na vida espiritual, santificando-se, consagrando-se, vivendo a vida balizada na Palavra de Deus, sendo exemplo dos fiéis, luz e sal entre os perdidos.
Mas o que dizer quando no caminho em direção a tão esperada realização nos encontramos no fundo do poço, tal qual José com seus sonhos? Algo não somente inesperado, mas também extremamente indesejável. O fundo do poço pode ser o fim de um relacionamento, um momento de enfermidade, uma porta que se fecha, um período de desemprego, uma crise financeira, uma mudança forçada... e tantas outras possibilidades, senão muitas destas combinadas!
O fato é que chegar ao fundo do poço pode significar mais do que uma experiência de dor e sofrimento, pois o fundo do poço pode ser uma oportunidade de redirecionamento, retomada, de novas possibilidades – José não teria ido ao Egito se antes seus irmão não o lançasse naquele poço, e no Egito ele alcançaria a realização do sonho que o Senhor lhe havia dado.
As providências de Deus não raramente parecem contradizer os seus propósitos. Por vezes aparentam estar construindo o oposto daquilo que aguardamos, mas sempre podemos, pela fé, ter a certeza de que o final da história será de vitória! Os caminhos, os meios, os métodos do Senhor não nos cabe discutir ou questionar... A nós basta o crer, o confiar! Ele tem o melhor para nós. (Jr 29.11) Seus meios visam a exaltação do Seu santo nome. Que o mundo se admire das maravilhas do Senhor, ao observar a sua vida.




Pr. Euripedes Fraga


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...