sexta-feira, 7 de maio de 2010

MÃE, UM PRESENTE DE DEUS

Segue um texto escrito pelo meu maridão... Estou postando como homenagem a todas as mães!

MÃE, UM PRESENTE DE DEUS
“Junto à cruz de Jesus estava a sua mãe,...”.   João 19.25a (AEC)


       A noite fria selava o fim de uma jornada dura e cansativa, da qual se havia colhido amargos frutos, como indiferença e humilhação. O céu estrelado revelava a glória daquele que nunca desampara, mas mantém os Seus na palma de Sua doce mão, enxugando as lágrimas e provendo suas necessidades. Então, no interior da estrebaria, ecoou o choro do recém nascido, evidenciando que o filho de Deus chegava ao mundo; era um menino com uma missão, veio para reconciliar com o Pai os que haviam se perdido. Para acolhê-lo em seus primeiros instantes neste mundo de indiferença e egoísmo, o Todo-Poderoso separou uma de suas servas, que cheia de amor o tomou em seus braços, o agasalhou com panos, apertando-o carinhosamente contra o peito, lhe oferecendo proteção e aconchego. Jesus recebeu de presente, em seu nascimento, o amor de uma mãe!

       A mídia trabalha incansavelmente, tentando nos convencer de que ‘Dia das Mães’ é dia de presentear... Preferencialmente gastando muito! Existe uma verdade que não pode ser ignorada: as mães merecem ser homenageadas. Trabalham incansavelmente pelo bem de seus filhos, abdicam de tudo a favor da sua prole, são capazes de esforços herculanos, qualquer coisa para estar ao lado dos filhos - acalmando nas horas difíceis, encorajando nos momentos importantes, consolando quando a dor perturba a alma, oferecendo não somente o ombro, mas se entregam por completo como apoio. Todos os que já tiveram uma experiência de dor, e puderam contar com o colo paregórico de sua mãe, sabem o quanto são especiais. Verdadeiras dádivas! Mulheres que receberam do Senhor um ministério, o de ser mãe. Amam, se doam, ensinam, disciplinam, cuidam, consolam, amam (palavra repetida propositadamente, pois uma única citação não se faz suficiente).

       A homenagem que essas servas de Deus merecem não se restringe ao segundo domingo do mês de maio, mas deve ser constante. Presente?! Qual seria o valor que expressaria o tamanho de nossa gratidão? O valor de um coração grato! A elas, presente de Deus para nós, nosso muito obrigado, e o desejo que Deus derrame de suas bênçãos celestiais, hoje e sempre. Amém!

Euripedes Fraga

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...