domingo, 27 de abril de 2014

MOVA-SE

"Um pouco para dormir, um pouco para tosquenejar, um pouco para encruzar os braços em repouso, assim sobrevirá a tua pobreza como um ladrão, e a tua necessidade, como um homem armado”. Provérbios 24.33-34

A Secretaria de Saúde alertava: “Evite água parada. Proteja sua família”. Esse era o conteúdo de um cartaz de uma campanha contra a dengue. A morte, nesse caso, surge da água parada, estagnada, acomodada... O ambiente completamente favorável ao surgimento de um mal pode ser evitado com medidas simples, tal qual o “ movimento”.
A vida do homem é marcada pelo ritmo do relógio. Um balançar cadenciado que consome o tempo de maneira implacável. Nesse compasso discreto, mas firme, passam-se os dias, as semanas, os anos, as décadas, e se alguém cochilar... poderá ter deixado para trás, negligenciado, a própria existência, sua história. E há quem cochile de olhos abertos! Pasme!!
O cochilar físico é o menos difícil de administrar, pois o grande desafio a se enfrentar é o cochilo espiritual. Temos uma tendência a nos acomodarmos, e isso nas mais diversas situações e possibilidades. Há quem se “acostume” com a dor, e não procure tratamento para a enfermidade, assim como há quem se conforme com a bandidagem sem se escandalizar, ou com as injustiças sem se indignar... Há, também, quem se acomode com o pecado. Onde está a capacidade de reação?!
Quanto mais parado, mais perto da morte está! Mexa-se! Mova-se! Faça algo, movimente-se para alguma direção, tome uma atitude, crie algo, diga algo, faça algo, mas não fique parado! Água parada dá dengue!
O sair da inércia e se colocar em movimento pode ser um processo difícil, doloroso, que exige grande esforço, uma força quase sobrenatural... Mas a força que se move em você é verdadeiramente sobrenatural, capaz de ressuscitar um corpo definitivamente “parado”, enrijecido pela morte, trazendo-o à vida! (Efésios 01.19-20) Por isso eu te digo hoje: Mova-se!

Pr. Euripedes Fraga




4 comentários:

  1. É um pouco da natureza humana ficar paralisado quando se vê em Problemas que não consegue ver solução. Creio que isso gere a inércia. São os problemas familiares, de insatisfação financeira ou até de insatisfação dentro da Igreja. Mas o Fato é conseguir transformar essa insatisfação em ação e não permitir que a comodidade gere o esfriamento espiritual. Não deixar de agir e de ter amor.Pois quando tem a amor ele gera movimento.

    ResponderExcluir
  2. Oi Vanessa, seja bem vinda!
    É verdade, não podemos ficar parados diante das dificuldades, precisamos estar em movimento.

    ResponderExcluir
  3. É isso mesmo, vamos nos movimentar, seguindo os passos de Jesus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja bem vindo Albert!
      Todos juntos se movimentando.
      abs

      Excluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...